sábado, 24 de janeiro de 2009

AMIZADE


Enquanto não inicia a temporada de ensaios para os espetaculos (não vejo a hora de andar empoleirada e aos saltos), e a contar os dias para a viagem da minha Vida, resta-me no pouco tempo livre que tenho absorver os momentos bons com suavidade e fazer uma das coisas que mais prazer tenho na Vida, passear de mota. De ipod a musica entra em fusão com a paisagem e as letras, tomam dimensões de tudo o que me espelha na Alma à velocidade do pensamento. É como se a Vida fosse um filme em duas rodas. Nem sempre a estrada permite ir a ouvir musica e o vento forte tambem não ajuda em nada, mas a paisagem continua e a melodía vive na mente em todos os momentos. Sou por Natureza emotiva e gosto de tocar a pele do Mundo de forma especial como se cada minuto fosse o ultimo, e nele devo sorrir. Supermassive Black Hole de Muse é o tema que mais gosto de sentir nas curvas e que me faz sentir viva, enquanto que Absolution passou a ser o tema em que as lágrimas escorrem mais que a chuva na viseira. Abro a viseira, arranco com os dentes a luva e mudo o tema no ipod, desta vez quero Choose Love de Rita Redshoes, porque o Sol voltou a brilhar e agora viajo de coração quentinho mesmo que o vento seja demasiado forte e arrefece os sonhos. Untitled de Interpol é um excelente tema quando se tem um furo na roda de trás e se espera por assistencia. Space Oddity de David Bowie tambem é excelente quando se fica à espera de um reboque 1 horita. Gosto de aproveitar o tempo e achei boa ideia enquato esperavamos dar uma escapadela quentinha até aos arbustos para o tempo passar melhor. Chegou o reboque e ficou só a vontade. Se tiverem mota nunca tenham furos ao Domingo especialmente se sairem de casa sem kit de reparação. Nem vão à sofisticada oficina ao lado do Decathlon no Montijo, porque não arranjam nada em motas. É grande, está aberta ao Domingo, eles têm logotipos nas fardas, maquinas para tudo, mas assistencia a motas nem pensar. Esgotam-se todas as hipoteses e no ipod I`m Good. I`m Gone de Lykke Li enquanto Yuri descia a plataforma do reboque. Yuri só conduz reboque e vai embora porque não conhece oficinas abertas ao Domingo. Quase a desmaiar de fome e sem forças para dar um murro no Moldavo, resolvo ir comprar umas barrinhas enquanto o meu mais que tudo tenta resolver o problema. Ainda bem que os Anjos saiem à noite e no dia a seguir acordam tarde. O nosso chama-se Jorge e já vinha a caminho. Agora o tema é Love Foolosophy de Jamiroquai para uma viagem até Leiria sempre a sorrir, porque a paisagem é bem mais bonita quando viajamos de coração quente, no ipod o que fluir na paisagem e sentir que a AMIZADE faz parte quando um amigo tambem viaja a nosso lado no bom e no mau. Este Domingo não foi apenas uma viagem de mota, foi mais um encontro de AMIGOS uma das coisas melhores que se tem na Vida. Para este momento de Paz o tema é de Rodrigo Leão Alma Mater agarrada ao meu amor e a sorrir à paisagem linda que a Vida me deu. Obrigada Jorge, por voares até nós.

4 comentários:

Sketch... disse...

Ola, de certa forma temos algo em comum. E dos maiores prazeres que tenho hoje em dia. Anar de mota e fazer surf. Por mais que tente me afastar dela,e impossivel. Sinto me bem,livre, sinto viva.
Adorei todos os pormenores, os pequenos detalhes...

brummmm, sketch

Sandro disse...

Essea descrição, todos esses pormenores, não podiam ter melhor banda sonora!

Beijo

Patrícia disse...

bom, o q eu gosto da praia na foto é qq coisa q n tem explicação.

Angelblue disse...

Patricia vale mesmo a pena. É a praia do Portinho da Arrábida, e esta foto é na Serra Da Arrábida precisamente no ponto onde está a rampa de saltos para Parapente e Asa Delta... é brutal.