terça-feira, 15 de outubro de 2013

Nas minhas mãos...

Nas minhas mãos sinto e toco a pele do mundo, molhada pela chuva mas ainda quente pelo sol. Com as minhas mãos dou festas na tua pele e deslizo para onde quero e bebo cada partícula que sai de ti suave... das minhas mãos sai o melhor que há em mim e com elas agarro em ti e deito-te sobre mim como uma onda do mar. Nas minhas mãos deixas-te ficar... e não queres acordar...

Sem comentários: